Dezembro de 2009 – Blog do Artista

11 de abril de 2018 by in category Ateliê na mídia with 0 and 0

Matéria publicada no Blog do Artista em 30 de Dezembro de 2009 sobre a arte de transformar vidros em objetos pela técnica de fusing. Confira a matéria completa e o vídeo da entrevista feita com Gustavo Benini no site http://pontodoartista.blogspot.com.br/2009/12/artista-traz-para-o-brasil-uma-tecnica.html

______________________

QUARTA-FEIRA, 30 DE DEZEMBRO DE 2009

Artista traz para o Brasil uma técnica antiga de transformar pedaço de vidro em novos objetos

Foi o encanto pelas artes plásticas que transformou o ex -office boy em artesão. Gustavo Benini começou as pesquisas com o vidro há 11 anos. Hoje, mistura matéria-prima comprada, como vidros usados em janelas, com retalhos de vidraçarias. A peça vai para uma forma e para o forno. Permanece ali durante 8 horas a 800 graus de temperatura.Por meio da técnica Fusing, o vidro pigmentado é fundido em fornos em temperaturas entre 720º a 850 º C. A técnica do fusing foi desenvolvida pelos antigos Egípcios, sendo a primeira de pigmentação e moldagem do vidro. Anterior a técnica do sopro, ficou esquecida por milênios até o século XVI.Hoje é muito usada na Europa.Os retalhos de material reciclado e o vidro novo se fundem e dão origem aos objetos de arte.Com um quilo de vidro se faz outro quilo de vidro, em nenhuma perda. Além do reaproveitamento de 100% do caco, a reciclagem permite poupar matérias primas naturais, como areia e calcário. No ateliê de Gustavo Benini , a sobra que não é reaproveitada em peças menores vai para uma indústria de reciclagem.É transformada em caco triturado, usado depois na pavimentação de estradas e até na fabricação de outros vidros.

Entrevista com Gustavo Benini-artista plástico:
 
“Tanto a emissao de co2 como gasto de energia você está reduzindo e a própria emissão de outros gases e a questão da matéria-prima que você não está retirando da natureza.”
O vidro não é biodegradável.O Brasil produz 890 mil toneladas de embalagens por ano.45% da matéria-prima usada na fabricação são cacos reciclados. Mas apenas 4 em cada 10 embalagens acabam nas indústrias de reciclagem. Na Suíça são 92%. Na Bélgica e Noruega, 88%. Misturando o velho e o novo,Gustavo faz cinco mil peças por mês: pratos, pastilhas.Os maiores clientes sao construtoras e arquitetos.

Add comment

Ateliê Beninidesenvolvido por ~ tr3zetrintaeum2017 - Todos direitos reservados